FAÇA SUAS DOAÇÕES ONLINE POR AQUI!
DOAÇÕES

PALAVRAS

A PALAVRA DO SENHOR TEM PODER, DEIXE ELA TRANSFORMAR SUA VIDA!

A importância do temor a Deus

Mateus 8: 5 - 13

24/02/2016

Por: Bispo Jorge Pinheiro

Matéria de: Victor Correa.


A importância do temor a Deus
FOTO: Eduardo Pinto

“E, entrando Jesus em Cafarnaum, chegou junto dele um centurião, rogando-lhe, E dizendo: Senhor, o meu criado jaz em casa, paralítico, e violentamente atormentado. E Jesus lhe disse: Eu irei, e lhe darei saúde. E o centurião, respondendo, disse: Senhor, não sou digno de que entres debaixo do meu telhado, mas dize somente uma palavra, e o meu criado há de sarar. Pois também eu sou homem sob autoridade, e tenho soldados às minhas ordens; e digo a este: Vai, e ele vai; e a outro: Vem, e ele vem; e ao meu criado: Faze isto, e ele o faz. E maravilhou-se Jesus, ouvindo isto, e disse aos que o seguiam: Em verdade vos digo que nem mesmo em Israel encontrei tanta fé. Mas eu vos digo que muitos virão do oriente e do ocidente, e assentar-se-ão à mesa com Abraão, e Isaque, e Jacó, no reino dos céus; E os filhos do reino serão lançados nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes. Então disse Jesus ao centurião: Vai, e como creste te seja feito. E naquela mesma hora o seu criado sarou.” Esse centurião, que é um comandante de cem homens, por isso o nome centurião, era um general romano, não era judeu, nem de Israel, era um oficial. Porém, era um homem que temia a Deus e, quando soube que Jesus estava na cidade, veio interceder por seu criado. Criado poderia ser tanto escravo como funcionário, naquela época, poderia ser os dois. Seja como for, aquele homem não era da família dele, mas como ele era de bom coração e sabia que Jesus estava passando por ali e o servo dele sofria muito, foi até Jesus implorando. Vemos nisso primeiro a humildade, pois que não é humilde não sabe implorar nada. Não digo implorar ao homem, falo da nossa relação com Deus. Deus não precisa de nós, mas nós precisamos de Deus. Esse é o princípio do temor. Deus não precisa de mim, mas eu preciso desesperadamente Dele e, sem Ele, estou perdido. A primeira coisa que você tem de entender é que precisamos de Deus e, quem precisa, precisa buscar, ainda que implorando, porque Deus não é obrigado a nada. Essas correntes de pensamento, de que Deus tem de fazer, esqueça, é mentira. Deus não é obrigado. Esse homem veio implorando e Jesus respondeu na hora. Um milagre urgente, Ele não demorou a responder. O centurião disse que Jesus não era digno de ir até a casa dele demonstrando temor naquela hora. Ele não imaginava que Jesus iria até a casa dele e foi tomado de surpresa. Ele colocou que Deus era maior e ele, apenas pecador. Isso demonstra temor. Hoje em dia, as pessoas pouco ou quase não respeitam mais a Deus. Esse homem tinha tanto temor que ele, ao saber que Jesus iria à casa dele, desesperou porque era pecador. Claro que muitos se alegrariam com a visita, mas esse homem tinha tanto temor que ele não se considerou digno de que Jesus entrasse na casa dele. Temor não é medo, é respeito. É uma coisa que tem faltado nestes dias, as pessoas não respeitam a Deus, a obra, a palavra. Fazem chacota, riem, zombam, fazem pouco caso, por isso Jesus disse que, no final dos tempos, o amor esfriaria no coração de quase todos. Uma coisa que devemos ter e não perder é o temor, porque quando temos temor, pecamos muito menos. Quem não tem temor não fala mal dos outros. A palavra condena, mas metem a língua. A palavra orienta a não adulterar, a não mentir, mas o fazem. Já vi pessoas colocarem a mão na bíblia e mentirem, descaradamente. Falta de temor, de respeito com as coisas de Deus. Por isso há pessoas não abençoadas. Se há temor, você sabe que Deus está te vendo então o temor, o respeito para com Deus que te vê, te impede de fazer tais coisas. Esse homem tinha temor, um respeito tão grande, que não se considerou digno. Ao mesmo tempo que ele demonstra temor, demonstra também uma grande fé, que o levou a acreditar que bastava Jesus mandar com uma palavra que era o bastante. Veja que são duas coisas que andam juntas, temor e fé. Quem não teme a Deus, não tem fé. As pessoas temem aos homens, que podem fazer muito pouco, mas Deus pode fazer o mesmo que os homens e muito mais, que nenhum homem pode fazer. O homem pode te incomodar, atentar contra sua vida, mas Deus, além disso, pode jogar sua alma no inferno e dali, nunca mais. Se a mão de Deus pesar contra a vida de alguém, acabou e nunca mais. “E não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno a alma e o corpo.” (Mateus 10:28). Tem faltado muito temor em nosso meio, as pessoas não tem mais respeito com as coisas de Deus, tratam de qualquer maneira. Não podemos perder o temor, porque é o princípio da sabedoria. Esse homem não era judeu, era romano, mas tinha o temor de Deus em seu coração. Ele explica o porquê não precisava Jesus ir até a casa dele. Quando o centurião fala sobre as autoridades, ele também era um homem que obedecia ordens. As pessoas gostam de mandar, não é preciso nem ensinar, mas não gostam de obedecer. Ele dizia que, assim como meus homens obedecem quando eu mando, eu obedeço quando mandam em mim. Mandar, mandamos e queremos que as pessoas obedeçam, mas e quando é a hora de nós obedecermos?

É por isso que Jesus se admirou dele. Ele entendeu o que a maioria das pessoas não entendem. Você quer mandar, mas não obedece, se você obedecer, você mandará e vai acontecer.

No sentido espiritual, a pessoa quer mandar o mal sumir da vida dela e dos parentes, mas ela, que é dela, não obedece o que manda Deus. Se você quer que a palavra se cumpra na sua vida, cumpra-a primeiro obedecendo, que se você obedecer, na hora que você mandar, o diabo vai obedecer, obrigado, porque você também obedece. Isso tem faltado nos nossos dias, obedecer a Deus para ser obedecido, porque Deus nos deu autoridade. “Eis que vos dou poder para pisar serpentes e escorpiões, e toda a força do inimigo, e nada vos fará dano algum.” (Lucas 10:19). Olha a autoridade que Ele dá para você. Você vai mandar, o mal vai sair e não vai tocar em você. Só que essa autoridade, ela depende de lembrar do que o centurião falou, pois somos sujeitos à autoridade. Deus nos dá autoridade pela palavra de Jesus, só que o homem dizia que era sujeito à autoridade. Assim como Deus nos dá autoridade, Ele é autoridade sobre nós. Não adianta querer que a pessoa abaixo de mim obedeça, se a pessoa acima de mim mandar e eu não quiser obedecer. Por isso tantas pessoas não tem autoridade sobre os demônios, permite que a vida dela seja uma bagunça. Porque Jesus deu autoridade a ela, mas a autoridade dela não se firma porque ela também não respeita autoridade. Quer autoridade sobre o mal? Então se sujeite a autoridade de Deus também. Lá no livro de Gênesis, no princípio da criação, Deus deu ao homem o domínio sobre toda a criação. “E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra.” (Gênesis 1:26). Deus entregou o domínio sobre tudo na Terra, o homem é quem mandava e quando ele pecou, perdeu esse domínio. Hoje, para mandar em um animal, precisa de chicote. E não é todo homem que consegue isso. Tente dominar uma onça no meio do mato, vá dizer para que ela fique quieta ou tente correr, que ela corre mais que você. O homem tinha autoridade e perdeu. No jardim do Éden, leão e jacaré não corriam atrás do homem, nem nenhum animal. A serpente mesmo não mordeu Eva, parou para bater um papo furado, uma fofoca. Isso não acontece hoje em dia, pare perto de uma serpente hoje em dia que ela te dá um bote. Naquele tempo, ela conversava, porque estava sob o domínio do homem, porque Deus deu autoridade, que eles perderam quando pecaram, quando transgrediram, perderam o temor a Deus. A autoridade dos homens acaba quando eles pecam. Por isso vemos homens que antes pregavam e não pregam mais, porque ao pecar, a autoridade acaba. Pastores, bispos, que tinham autoridade, que pregavam e Deus agia, a palavra não caía por terra, mas hoje, eles caíram por terra, porque perderam o temor a Deus e caíram. Esse centurião sabia exatamente o que era autoridade e como ele era homem obediente a autoridade, sabia o que esperava de Jesus. Jesus ficou admirado. Você quer a admiração de Jesus? Faça como esse centurião, tenha temor. As pessoas querem chamar a atenção de Deus e não é com escadaria e velas ou cachoeiras e trabalhos em encruzilhadas, para chamar a atenção. Não é carregar uma cruz por longas distâncias, nem se auto crucificar, se mutilar. O que chamou a atenção de Jesus, o fez ficar admirado com a fé tão grande foi exatamente o temor do homem. Se você temer a Deus, terá toda a atenção Dele sobre você. Lembre-se que Deus está te vendo e não faça. Isso é temor. Temer a Deus. O homem hoje tem perdido esse temor, por isso a fé tem esfriado. Jesus ligou temor com fé. O centurião temia tanto a Deus que ele acreditou que só uma palavra bastava para o rapaz ficar curado. Pelo exemplo, Jesus se referiu àqueles que viriam de todos os cantos para se sentar à mesa com os grandes homens de Deus, os profetas. Jesus disse de lugares distantes, como o Brasil, por exemplo. Muitos de nós vamos sentar à mesa com Ele, com Abraão, Isaque e Jacó. Jesus falava da gente. O povo escolhido era e é o povo judeu, só que os judeus rejeitaram Jesus e foram os responsáveis pela morte Dele. A rejeição dos judeus abriu portas para nós. Nós não éramos do povo escolhido, mas como eles rejeitaram, foi aberta a oportunidade para nós. Não podemos rejeitar. Deus é de todas as nações, é mundial. E, muitas vezes, Deus encontra melhor recepção entre os presídios, onde supostamente estão os piores criminosos, que nos lares de muita gente. Tem pessoas em presídios ouvindo agora e se convertendo, enquanto tem gente nas casas que nega aceitar, que na casa, o programa não entra. Isso porque são os ditos homens de bem. Mas a Jesus, não querem. Esses filhos do Reino são aqueles que deveriam servir a Deus. O fato de você estar na igreja não significa necessariamente que você seja melhor que os outros. Vem até aqui e despreza o outro, porque “sua igreja” é “certa”. A bíblia diz que esses filhos do Reino serão lançados fora, porque não é religião nem igreja que vai salvar você, é o temor a Deus. Se você não temer a Deus, você vai viver no pecado e o salário do pecado é a morte, você está perdido e será lançado fora. O princípio da sabedoria é temer a Deus. Se você não temer a Deus, pecará e será condenado pelo seu pecado. Aquele homem tinha fé e na mesma hora, o servo foi curado. Milagre urgente. O milagre aconteceu na mesma hora. Recebeu porque temia a Deus, era homem sujeito a autoridade. Nós temos de ser sujeitos a autoridade maior, temer. Não se deve levantar a voz contra autoridades instituídas por Deus, é um pecado terrível, muito grande. Se você quer ser respeitado como autoridade, tem de respeitar autoridade também. Demônios não tem autoridade nenhuma, nós, homens, temos mais autoridade que os diabos, porque Deus nos deu autoridade sobre nossos inimigos. Pode até parecer que o diabo é forte, faz isso e aquilo, coloca doenças, destrói casamentos, joga no vício e na miséria, rouba, destrói, mas ele não tem nenhuma autoridade. O ser humano, feito à imagem e semelhança de Deus, tem autoridade sobre ele. Só que muitos não usam essa autoridade. Esse centurião foi muito feliz nessa comparação. Primeiro, ele, humilde, implora e depois disse, primeiro me sujeito à autoridade, porque quando eu mando, eles obedecem. Ele soube colocar na ordem certa: reconhecer a autoridade maior e obedece. E ele não se referia somente a Jesus Cristo, ele dizia os generais, os comandantes daquela época. Então ele colocou que obedecia aos homens, muito mais a Deus, que tinha autoridade maior. Essa mensagem, na verdade, ela se destrincha em várias mensagens. O reconhecimento da autoridade de Jesus, baseada no reconhecimento que ele tinha sobre autoridade, sendo soldado. Nem sempre você vai entender tudo o que a autoridade nos manda fazer, mas a nós, basta obedecer. Nem tudo o que Deus mandar, você entenderá, mas basta ao homem obedecer. Se você aprender isso e sair com isso no coração, tudo o que você falar e mandar acontecerá na sua vida. Você abrirá a boca e as pessoas ficarão impressionadas, porque a palavra na sua boca é autoridade e se cumpre, mas primeiro você tem de obedecer à autoridade maior. Direi: não é uma coisa fácil. Temor a Deus, muitos perderam. Pais educam com castigo, o meu me batia e eu parei de apanhar quando aprendi a obedecer. Agradeço a Deus pelas surras, porque elas me fizeram ser homem e me deram o caminho que hoje me permite estar aqui para pregar a palavra de Deus. Quando você passar a obedecer a Deus, a vida para de te bater. Quer ver alguém que é exemplo? “Havia um homem na terra de Uz, cujo nome era Jó; e era este homem íntegro, reto e temente a Deus e desviava-se do mal. E nasceram-lhe sete filhos e três filhas. E o seu gado era de sete mil ovelhas, três mil camelos, quinhentas juntas de bois e quinhentas jumentas; eram também muitíssimos os servos a seu serviço, de maneira que este homem era maior do que todos os do oriente. E iam seus filhos à casa uns dos outros e faziam banquetes cada um por sua vez; e mandavam convidar as suas três irmãs a comerem e beberem com eles. Sucedia, pois, que, decorrido o turno de dias de seus banquetes, enviava Jó, e os santificava, e se levantava de madrugada, e oferecia holocaustos segundo o número de todos eles; porque dizia Jó: Porventura pecaram meus filhos, e amaldiçoaram a Deus no seu coração. Assim fazia Jó continuamente. E num dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o Senhor, veio também Satanás entre eles. Então o Senhor disse a Satanás: Donde vens? E Satanás respondeu ao Senhor, e disse: De rodear a terra, e passear por ela. E disse o Senhor a Satanás: Observaste tu a meu servo Jó? Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem íntegro e reto, temente a Deus, e que se desvia do mal. Então respondeu Satanás ao Senhor, e disse: Porventura teme Jó a Deus debalde? Porventura tu não cercaste de sebe, a ele, e a sua casa, e a tudo quanto tem? A obra de suas mãos abençoaste e o seu gado se tem aumentado na terra.” (Jó 1:1-10). Deus fará sua vida ser como a de Jó se você tiver autoridade. A casa cercada, sem que o diabo possa tocar sua vida, sua casa e sua família. Família rica, abençoada, protegida e o diabo não conseguia tocar na vida dele porque Jó temia a Deus. Jó era tão abençoado porque temia a Deus. Você quer ver sua vida abençoada, seus bens multiplicando? Tema a Deus e tudo isso vai acontecer. Ninguém é perfeito, mas o temor a Deus nos leva a não errar. Tema a Deus, de todo o seu coração.

MAIS PALAVRAS

"O temor do Senhor é a fonte de vida para evitar os laços da morte."

Provérbios 14:27
  • BRADESCO | CNPJ: 02.541.710/0001-54 AG: 98 CC: 99002-7
  • BANCO DO BRASIL | CNPJ: 02.415.583/0001-47 AG: 1512-1 CC: 4176-9
© 2020 Igreja Mundial do Poder de Deus. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Nativa Desenvolvimento