FAÇA SUAS DOAÇÕES ONLINE POR AQUI!
DOAÇÕES

PALAVRAS

A PALAVRA DO SENHOR TEM PODER, DEIXE ELA TRANSFORMAR SUA VIDA!

Volte para Deus

Não aja como o filho pródigo que precisou perder tudo para reconhecer seu erro

16/12/2020

Por: Apóstolo Valdemiro Santiago


Volte para Deus
FOTO: Eduardo Pinto

Dois filhos, duas mentes pensando em direções opostas, porém focadas em seu próprio benefício. Esse é o perfil dos herdeiros descritos na parábola do Filho Pródigo, em Lucas 15. O filho mais novo requere seus bens ao decidir viver uma aventura e experimentar o mundo fora dos limites da propriedade do pai. Com as malas cheias, se distancia de tudo o que lhe era familiar. Ele se afasta do local, costumes e, principalmente, valores que lhe eram habituais e passa a levar uma vida imoral. O dinheiro dado pelo pai é usado para pagar as despesas do novo estilo de vida. Boa parte da herança é desperdiçada com prostituição. Depois de viver um tempo “como se não houvesse amanhã”, suas reservas acabam e o país que residia enfrenta uma grande crise econômica.

A fome bate em sua porta e traz a necessidade de encontrar um emprego para prover o sustento. É nesse momento que o filho do fazendeiro rico se vê rebaixado a cuidador de porcos.

O jovem lembra de como os empregados do pai eram tratados com “fartura de pão” (Lucas 15:17b), se arrepende de ter agido por impulso e faz o caminho de volta, buscando o perdão do pai. Para sua surpresa é recebido com alegria. O amor daquele pai não havia diminuído com uma enxurrada de atitudes egoístas e imaturas. A atitude compassiva incomoda o filho mais velho por não encontrar nenhuma forma de se beneficiar com o ato de perdão. “Há tantos anos que te sirvo sem jamais transgredir uma ordem tua, e nunca me deste um cabrito sequer para alegrar-me com os meus amigos (...)”, Lucas 15:19. Esse pai representa a figura de Deus. Os filhos, somos nós. Você acha que pedir a herança antecipadamente foi uma atitude correta? Não! O filho pede sua parte ao pai deixando a impressão que ele lhe devia algo, sendo que não havia construído nada com suas próprias mãos. Quantas vezes assumimos esse papel e acabamos pedindo a Deus em oração coisas que não deveríamos, como se tivéssemos direito. Tudo o que recebemos das mãos de Deus é fruto de um favor imerecido chamado graça. Salomão recebeu carta branca para pedir o que desejasse e sua oração agradou a Deus pois no lugar de riquezas desejou sabedoria para governar Israel (1Reis 3:5 e 6). Quando você agrada a Deus pode pedir o improvável, o impossível, o que ninguém nunca ouviu ou imaginou que poderia acontecer que Ele responderá. O primeiro pedido do jovem foi inconsequente, mas quando “cai em si” (Lucas 15:17a), a forma como busca o perdão é comovente e toca o coração do fazendeiro: “Pai, pequei contra o céu e diante de ti; já não sou digno de ser chamado teu filho”, Lucas 15:21. Com ele aprendemos a importância do “cair em si”, o valor do arrependimento e o apreço do perdão. Não importa quantas vezes você errou, Deus continua amando você. Está distante de Deus? Cansado de carregar fardos tão pesados? Volte-se para Ele. Só podemos dividir o fardo com quem está perto de nós. Se continuar distante, agindo com autossuficiência, Deus nunca poderá ajudá-lo. Ele o espera com alegria e amor, pronto para curar seu coração e lhe dar as vitórias que tanto sonha. Deus abençoe o seu dia!

MAIS PALAVRAS

  • AS DUAS LINHAS CRUZADAS DO AMOR

    AS DUAS LINHAS CRUZADAS DO AMOR

    22/06/2022

    É possível virar para alguma direção sem lembrar do sacrifício de Jesus? "Levando a própria cruz, ele saiu p...


  • ROMANCE E AMOR

    ROMANCE E AMOR

    21/06/2022

    Posso lhe dar um conselho? Quando se trata de romances e de amor: tenha cuidado. Antes de embarcar em um re...


  • JESUS OFERECE PAZ

    JESUS OFERECE PAZ

    21/06/2022

    A igreja de Jesus Cristo começou com um grupo de homens assustados em um segundo andar de uma casa em Jerusa...


"Nele estava a vida, e esta era a luz dos homens."

João 1:4
  • BRADESCO | CNPJ: 02.541.710/0001-54 AG: 98 CC: 99002-7
  • BANCO DO BRASIL | CNPJ: 02.415.583/0001-47 AG: 1512-1 CC: 4176-9
© 2022 Igreja Mundial do Poder de Deus. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Nativa Desenvolvimento
Política de privacidade