FAÇA SUAS DOAÇÕES ONLINE POR AQUI!
DOAÇÕES

PALAVRAS

A PALAVRA DO SENHOR TEM PODER, DEIXE ELA TRANSFORMAR SUA VIDA!

Reconheça a Deus como Pai

Você é quem escolhe que filho você é

09/08/2021

Por: Apóstolo Valdemiro Santiago

Matéria de: Gabriela Dorta


Reconheça a Deus como Pai
FOTO: Eduardo Pinto

Ninguém é dono de nada, Deus é dono de tudo. Salomão foi conquistando apenas até ver que estava perto da beirada para dizer que trabalhava dia e noite para deixar para os outros. Deus tem dois tipos de filhos, nós nos enquadramos em um desses dois tipos. Em Lucas 15: 11, Jesus contou a parábola do filho pródigo. Perceba que um dos filhos é aquele motivado a buscar a Deus quando tem alguma necessidade e isso não é errado, só que foi só aquele filho conseguir a parte que lhe cabia dos bens que ele ficou só mais alguns dias com o pai. Talvez ele tenha pensado que não dependia mais do pai, porque tinha o que queria da vida. Está provado que podemos conquistar tudo na vida que mesmo assim dependemos totalmente de Deus. Coisa boa é conquistar na presença do Pai. Tudo o que você conquistar na presença Dele se multiplica, mas se você se afastar Dele, você se torna vulnerável. O filho que recebeu sua parte foi para uma terra distante. A necessidade surge por nos afastarmos do Pai. Tudo o que precisamos vem de Deus. Biblicamente falando, o ser humano só se completa em Deus. Eventualmente saberemos de pessoas que tiraram suas vidas, porque não se completaram em Deus.

Deus nos fez para que nos encaixássemos a Ele para ter nossa vida completa, ninguém, nem com todo o dinheiro, sucesso, amizade, fama, conquista do mundo, é completo. Somente Deus completa o homem.

Você é quem decide qual dos filhos você quer ser, se você é aquele que quer apenas sua parte nos bens ou aquele que quer a companhia Dele. Se você quer bênçãos, Ele vai te dar e te deixar à própria sorte, mas se você é o filho que quer a companhia Dele, será todo de tudo o que é Dele e Ele te proporcionará sempre mais e mais. Nunca queira sair da companhia do Pai. O pai da parábola é Deus e os filhos dela somos nós. O filho, quando na miséria, longe do pai, chegou a desejar comer a ração dos porcos e não pôde se alimentar. Foi preciso acontecer com ele o que precisa acontecer com a humanidade: cair em si. Deus é tão maravilhoso que mesmo aqueles que são trabalhadores Dele, antes de serem filhos, já possuem fartura. Claro que fartura não é necessariamente comida, nós não vivemos apenas para comer. O melhor da terra significa qualidade de vida. Um passo importante é reconhecer a Deus como Pai e ir ter com Ele. Aquele filho tinha mais e foi ingrato, não reconhecer o que Deus lhe dava. Por mais que venhamos a receber, se não estivermos na companhia do Pai, vamos perder. Deus é muito bom. Esse filho decidiu voltar e a reação de Deus é misericordiosa. Um homem normal teria punido o filho, mas Deus nos quer perto Dele, juntos. Ao ver o filho, ao invés de puni-lo, se compadeceu, correu, o abraçou e o beijou. Deus Pai sofre por nós. Quanto mais nos enquadrarmos no testamento de Deus, quanto mais formos filhos, mais Deus sofrerá e agirá por nós, em nosso lugar. Deus tem ciúmes de nós e quem mexe conosco tem de ter muito cuidado, porque é muito perigoso. Saiba, aquela boa sensação que temos, de um dia feliz, é um abraço do Todo-Poderoso. Todos já recebemos uma bênção, um consolo, um dia em que nos sentimos amados. Todos nós já recebemos um abraço do Pai. Hoje, você recebe também. Apenas não recebem quem não querem se voltar para Ele. O filho pródigo recebeu o abraço, o beijo e o Pai pediu para lhe dar o melhor. Deus quer que você tenha o melhor de tudo. Ele quer te dar prosperidade, depressa. Quando um filho se distancia do Pai, perde os cuidados, a atenção e o olhar do Pai e vai perecer. O filho pródigo chegou a um estado que nem comida tinha, vivia pior que os porcos. É bem possível que isso aconteça com outros que se afastem do Pai. Nunca saia da presença do Pai, você pode ter a parte que te pertence sem deixar ao Pai. Ao pedir sua parte, a parte que lhe cabia, o filho a receberia e não seria preciso sair da presença do Pai. Se o filho ficasse com a parte que lhe cabia e junto do pai, o próprio pai o ajudaria a administrar. A benção não pode ser mais importante que o abençoador. Faça uma aliança com o abençoador e as bênçãos correrão atrás de nós. O novilho cevado é criado confinado, engordado e saudável e anda pouco, é um novilho que deve ser sacrificado em uma ocasião especial. O Pai ficou maravilhado com a volta do filho. Ele diz para você que, mesmo que você seja anônimo e despercebido de todos, até de suas famílias, Ele te percebe e te dará o melhor. Deus fará você brilhar. Começaram a comemorar e o filho mais velho ouviu a música e quis saber o que era, logo ouviu o fofoqueiro sobre a volta do irmão e já foi dito também sobre o novilho. Porque assim é a fofoca, fala além do que lhe foi perguntado, para ver a confusão acontecer. O irmão do filho pródigo se indignou com a festa, portanto, não se assuste se o seu irmão se indignar com o seu crescimento, com sua festa, dada por Deus. É bíblico que seu irmão em Cristo se indigne com seu crescimento, com sua vitória. Em alguns momentos, nós é quem ficamos indignados e o Pai age conciliando e reconciliando, sempre preocupado conosco, mesmo sem precisar de nós. Embora não tenha atentado, o filho mais velho era infinitamente mais privilegiado que o outro, porque quem se volta para Deus já tem todos os privilégios, não precisa nem pedir, porque o que é do Pai já é dele. Se alguém resolve voltar, Deus recebe com festa, mas se alguém permanece, passa a ser dono de tudo que é Dele. Escolha qual filho você quer ser, seja sábio e prudente, fique perto de Deus, ou volte depressa para a presença Dele.

MAIS PALAVRAS

"Quando [a mulher] ouviu falar de Jesus, chegou-se por trás dele, no meio da multidão, e tocou em seu manto, porque pensava: “Se eu tão somente tocar em seu manto, ficarei curada”"

Marcos 5:27,28
  • BRADESCO | CNPJ: 02.541.710/0001-54 AG: 98 CC: 99002-7
  • BANCO DO BRASIL | CNPJ: 02.415.583/0001-47 AG: 1512-1 CC: 4176-9
© 2021 Igreja Mundial do Poder de Deus. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Nativa Desenvolvimento
Política de privacidade